Category Archives: Mulheres

JÚLIA COUTINHO – MULHERES PIONEIRAS EM ENGENHARIA CIVIL

Rita Morais Sarmento / M. Amélia Chaves / Virgínia Moura «A ciência é uma coisa perigosa para a mulher. Não se conhece uma que por ela não se tenha tornado infeliz ou ridícula» Joseph de Maistre  (1753-1821)   I –

JÚLIA COUTINHO – MULHERES PIONEIRAS EM ENGENHARIA CIVIL

Rita Morais Sarmento / M. Amélia Chaves / Virgínia Moura «A ciência é uma coisa perigosa para a mulher. Não se conhece uma que por ela não se tenha tornado infeliz ou ridícula» Joseph de Maistre  (1753-1821)   I –

VANESSA DE ALMEIDA – “MOBILIZEMOS AS MULHERES”. A QUESTÃO FEMININA NO PCP – ANOS 40 . ABORDAGEM A UMA CULTURA DE RESISTÊNCIA

1. Introdução Este trabalho* visa o estudo do que, em nosso entender, pode ser definido como sendo uma cultura de resistência ou, se preferirmos, uma contra-cultura face ao regime do Estado Novo, assumida e praticada pelo PCP, por militantes e

VANESSA DE ALMEIDA – “MOBILIZEMOS AS MULHERES”. A QUESTÃO FEMININA NO PCP – ANOS 40 . ABORDAGEM A UMA CULTURA DE RESISTÊNCIA

1. Introdução Este trabalho* visa o estudo do que, em nosso entender, pode ser definido como sendo uma cultura de resistência ou, se preferirmos, uma contra-cultura face ao regime do Estado Novo, assumida e praticada pelo PCP, por militantes e

Vanessa Almeida – QUESTÃO FEMININA NO PCP

O tratamento da questão feminina por parte do PCP. Os 1º e 2º Congressos Ilegais (1943, 1946). Das resoluções teóricas à prática «O Congresso constata que, apesar da crescente participação activa das mulheres trabalhadoras portuguesas nas lutas da classe operária,

Vanessa Almeida – QUESTÃO FEMININA NO PCP

O tratamento da questão feminina por parte do PCP. Os 1º e 2º Congressos Ilegais (1943, 1946). Das resoluções teóricas à prática «O Congresso constata que, apesar da crescente participação activa das mulheres trabalhadoras portuguesas nas lutas da classe operária,