CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FLAUSINO TORRES (1906-1974)

https://i2.wp.com/photos1.blogger.com/x/blogger/5545/2298/1600/568152/Flausino%20Torres.gif

Por inciativa das Edições Afrontamento e da Câmara Municipal de Tondela será lançado um livro e realizada uma exposição relativa a Flausino Torres, historiador, militante comunista e resistente contra o regime ditatorial. No texto que acompanha estas inciativas faz-se um esboço biográfico de
FLAUSINO TORRES (1906-1974) – Documentos e fragmentos biograficos de um intelectual antifascista

A passagem do centenário do nascimento de Flausino Torres constitui-se como a ocasião ideal para retirar do esquecimento público alguém que pelo seu percurso político e intelectual foi um participante activo em alguns dos mais decisivos momentos do século XX português e europeu. Contemporâneo em Coimbra das primeiras lutas académicas contra a ditadura militar do 28 de Maio, foi director-bibliotecário da Associação Académica, secretário da loja maçónica A Revolta e revisor da Imprensa da Universidade até ao seu encerramento compulsivo por ordem de Salazar; activista do PCP, do MUNAF e do MUD em Lisboa no efémero momento de esperança que sobreveio à derrota do nazi-fascismo em 1945, foi conferencista na Universidade Popular e o autor mais prolixo da notável Biblioteca Cosmos dirigida por Bento de Jesus Caraça; resistente em Tondela nos difíceis combates da oposição democrática em 1949, em 1958 e em tantas outras ocasiões, marcou a diferença numa pequena vila de província pelas suas posições frontais como professor, jornalista e historiador; exilado em Argel nos tempos conturbados da FPLN e testemunha na heróica Praga da exaltante primavera política violentamente interrompida em Agosto de 1968 pelos tanques soviéticos, deu as suas últimas lições a um grupo de estudantes universitários checos para quem escreveu uma História de Portugal em que o Povo Português, com letra grande como gostava de grafar, surge como o protagonista principal. Ter estado presente em todos estes lugares da história seria só por si excepcional mas Flausino Torres não se limitou nunca a assistir aos acontecimentos que acompanharam a sua vida. Desde muito jovem, em tempos bem mais perigosos do que os actuais, fez a sua escolha política por um dos lados da barricada, como ele próprio afi rmava — o lado dos desfavorecidos e dos oprimidos do seu país e de todo o mundo — e tomou um caminho intelectual, não sem contradições, em que o referente marxista se cruzou com o seu apurado sentido crítico e pragmático. O seu testemunho é pois um contributo valioso para o conhecimento de acontecimentos e contextos vários da história política portuguesa do século XX, com um particular destaque para a história do Partido Comunista Português, ainda com tanto por desvendar, mas igualmente para a história da oposição ao Estado Novo, da cultura portuguesa das décadas de 30 a 60 e mesmo para a história local de Tondela.

Pesquisa e texto Paulo Torres Bento
Edição Edições Afrontamento
Apoios Câmara Municipal de Tondela / ACERT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: