Irene Pimentel – NOTAS BIOGRÁFICAS – MARIA EMÍLIA LINDIM SERRA

Passou à ilegalidade, em Julho de 1945, e, após controlar o sector da linha do Estoril, substitui, em 1962-63, Rolando Verdial, na zona oeste, passando a funcionária responsável por Mafra, Sobral do Monte Agraço, Torres Vedras, Bombarral, Caldas da Rainha, Alcobaça, Leiria, o sector da Marinha Grande em 1963, Á-da-Gorda, Monte Real, Runa, Vila Nova de Ourém, Pero Pinheiro, Sacavém e Peniche. Era controlada inicialmente por José Carlos («Noé») e, depois, por Ângelo Veloso («Casais»), residindo em Aveiras de Cima, quando foi detida, com Manuel António Gomes e Rosa Passão, em 8 de Março de 1964, no Algueirão. Usou os pseudónimos de «Silva», «João» e «Joaquim», nome com o qual escrevia nas 3 Páginas e Voz das Camaradas do Partido. Condenada em 5 de Dezembro de 1964, a três anos e meio de prisão maior e medidas de segurança, apenas foi libertada condicionalmente em Abril de 1969, sendo a liberdade convertida a definitiva em Janeiro de 1973.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: